1º O que é isto?

Olá, olá! Eu sou a Amália Carvalho e estou mais do que feliz por saber que tu estás aí desse lado, obrigada! Agora, tu perguntas: afinal, o que é isto? Neste post, vais conhecer o projeto e a história do Bela Questão!

O Bela Questao começou por ser um podcast – um lugar onde podes ouvir coisas novas, enquanto estás a fazer coisas com as mãos!

Sabes aquela desculpa: “estou muito ocupada, não posso ler livros, não tenho tempo, agora estou cansada, não tenho tempo para nada…”? Há pouco tempo, descobri uma maravilha, que é o áudio, mais concretamente, o Audible – uma app onde se podem ouvir livros e podcasts. Isso mesmo: ouvir livros! (É estranho, eu sei! Mais à frente já vou explicar). Essa descoberta foi a resposta que precisava a essas mesmas desculpas.

O áudio mudou a minha vida por completo e é por isso que eu estou aqui: porque acredito que também posso mudar a tua! Acredito que posso trazer-te inspiração, motivação, boas histórias, boas técnicas e, sobretudo, pessoas interessantes, através de entrevistas que partilhem as suas experiências de vida. 

Acima de tudo, o que quero explorar neste podcast é a relação entre a mente e o coração, aquilo que nos leva a agir por emoção ou o que nos leva a agir de forma mais racional.

Neste projeto, vamos abordar a dicotomia razão-emoção e os possíveis resultados. Poderão ser histórias de sucesso ou lições de vida. Vamos explorar como se dá a volta. Vamos falar de sucessos e o que está por detrás de toda essa motivação.

Quero fazer contigo aquilo que a Mel Robbins faz comigo! Ela é a minha referência. É uma palestrante e autora de livros, americana, que ficou mundialmente conhecida por uma TED Talk, na qual falou de uma regra fantástica, que já mudou a minha vida – a regra dos cinco segundos.

Desde então, a Mel Robbins passou a ser a minha mentora virtual, isso significa que recebo constantemente conteúdo que ela e a sua equipa produzem e o efeito que isso tem em mim é muito positivo. Todos os dias sou lembrada de, por um lado, algumas coisas básicas de senso comum, e, por outro, de factos científicos vindos de áreas como a biologia, psicologia e neurologia. Esta informação contribui para desmontar comportamentos e hábitos e dar o empurrão que tantas vezes é decisivo.

Um dos livros desta autora, Kick-ass com Mel Robbins, é o reflexo desse tipo de empurrão. Um lembrete de que é importante rolar a bola para a frente. Tudo isto porque o nosso cérebro é muito matreiro no que toca a sair da nossa zona de conforto.

Sempre que uma pessoa quer fazer aquele exercício físico, que sabe racionalmente que faz bem, o cérebro apresenta-lhe uma lista infindável de boas desculpas que a emoção está pronta a agarrar: “O sofá é mais confortável”, “agora, apetece-me mesmo é dormir uma sesta”, “Está frio”, “Está calor”… Estas desculpas são-te familiares? A mim também!

Considero muito importante recordarmos regularmente aquilo que está por detrás da nossas ações, termos um bom autoconhecimento e uma boa perceção para entendermos os nossos próprios comportamentos.

Estes lembretes e informações são realmente incríveis e têm mudado a minha vida, a começar pelas minhas rotinas matinais.

Acredito que toda a gente deveria conhecer a famosa regra dos cinco segundos, que é tão simples quanto isto: contagem decrescente de 5 para 1 e na imediata partida para a ação. Por exemplo, todas as manhãs, eu tinha uns seis despertadores, de cinco em cinco minutos, com o botão snooze ativo. Eu ouvia o despertador no mínimo dez vezes. Acordava com um bela dor de cabeça, sem tempo para o ritual matinal, como tomar o pequeno-almoço com calma, e acordava particularmente rabugenta. Esta regra dos cinco segundos alterou tudo isto.

Estou a aplicar a regra há cerca de dois meses, é ainda recente, mas é fantástico aquilo que ela faz! No fundo, “bloqueia” a parte do cérebro que inventa boas razões para nos impedir de agir. Em cinco segundos, quantas desculpas consegues arranjar?

No que diz respeito ao despertar, há dois tipos de pessoas:

Os matinais: “Yey! Está um lindo dia lá fora!”

E pessoas como eu: “Já? Ainda tenho sono, só mais um bocadinho, que não vai fazer diferença”.

Errado! Vai fazer a diferença e há uma explicação científica para isso. Se nós voltarmos a adormecer, podemos demorar até 4 horas para recuperar da ressaca do sono. Existe um termo científico, que se denomina “inércia do sono”, que mostra que o sono se divide em ciclos. Temos entre 90 a 120 minutos por cada ciclo, como se houvesse uma curva que desce e sobe por cada ciclo. No ponto mais baixo da curva é quando estamos em sono profundo. Quando adormecemos e já estamos nesse ponto de sono profundo, se acordarmos com um despertador a meio desse ciclo, é como se o cérebro continuasse a percorrer essa curva. Um dos conselhos que a Mel Robbins dá para terminar com a “inércia do sono”, que se traduz numa sensação de cansaço e enturpecimento, é o choque térmico com água fria.

Tudo isto para dizer que a Mel Robbins mudou a minha vida porque me traz ferramentas que me ajudam a ter melhores hábitos e a alterar alguns comportamentos. Acima de tudo, aprendi a identificar padrões dos meus próprios comportamentos e os motivos por detrás de algumas reações. Acredito que isto também pode ser útil para ti!

Tenho consumido esta informação em áudio e em inglês, mas pensei: eu adoro este tipo de conteúdo, de profissão sou criadora de conteúdo, trabalho numa multinacional na área da comunicação institucional, e o meu dia-a-dia é criar conteúdo. É uma paixão que tenho, não poderia estar noutra área e ser tão feliz! Então, pensei: está na hora de devolver ao mundo aquilo que me dá. É isso que estou aqui a fazer e que adoraria fazer contigo!

Este podcast Bela Questão procura explorar questões simples, sobretudo para nos inspirar a uma vida mais interessante, experiências novas, a um autoconhecimento, e ter tudo isto partilhado! Por isso, adorava que pudéssemos construir aqui uma comunidade com pessoas que também partilham deste interesse. Sei bem que nem toda a gente se interessa por essas questões, há pessoas que preferem conteúdos de entretenimento ou algo mais científico.

Este podcast é para quem procura este tipo de inspiração para o dia-a-dia, para uma vida melhor, para terem uma mentalidade mais positiva, que não tem a ver com os clichês: “Be Happy! Positivo! Positivo!”, não é isto. É focarmos-nos naquilo que podemos alterar. Para podermos alterar o que quer que seja temos de ter noção do que se está a tentar mudar, temos de ter um bom auto-conhecimento.

Acredito que aquilo que está na base do sucesso e da alegria de viver é o autoconhecimento porque quanto mais uma pessoa se conhece mais segura de si própria acaba por ser. Entende melhor as emoções.

Nós não somos nem as nossas emoções nem os nossos pensamentos, somos uma mistura dos dois. Quanto mais conhecermos um e outro, mais os conseguimos unir e fazer com que estejam em harmonia.

Teremos convidados extremamente interessantes! Nas entrevistas, vamos explorar o seu equilíbrio entre a emoção e a razão. Espero que possamos conversar e que coloquem questões e que seja uma jornada enriquecedora para todos nós!

Categorias

Posts mais recentes

Partilha nas tuas redes sociais

Share on facebook
Share on linkedin
0
Queremos saber a tua opinião, por favor, comenta.x
()
x